Espírito de luta do Valencia impressiona Gary Neville

domingo, 13 de dezembro de 2015 17:35 BRST
 

MADRI (Reuters) - O novo treinador do Valencia, Gary Neville, se mostrou impressionado com o espírito de luta do seu time no empate deste domingo em 1 x 1 com o Eibar fora de casa, no qual a equipe valenciana conquistou o empate mesmo com um homem a menos sob o comando do ex-lateral da seleção inglesa.

Escolhido neste mês para substituir Nuno Espirito Santo, Neville assumiu a equipe na derrota por 2 x 0 em casa para o Lyon, que pôs fim ao sonho do Valencia de se classificar para a fase eliminatória da Liga dos Campeões da Europa, e no empate contra o modesto time basco, em sua estreia no Campeonato Espanhol.

O Eibar conseguiu uma vantagem merecida logo após o intervalo, e o Valencia teve Lucas Orban expulso na metade do segundo tempo depois que o zagueiro fez pênalti.

Na cobrança, o goleiro Jaume Domenech defendeu a cobrança de Saul Berjon e os visitantes acabaram empatando o jogo faltando cinco minutos para o apito final, graças a uma bola que ricocheteou no zagueiro do time da casa David Junca e entrou.

O Valencia tem sofrido nas últimas semanas com lesões e suspensões, e Neville afirmou que o empate suado poderá ajudar a equipe, atualmente na oitava posição do Espanhol, a ter mais confiança e tentar subir na tabela, além de fazer boa campanha na Liga Europa.

"Eu só tive três treinamentos com o time, pouco tempo para mostrar o que quero fazer", disse Neville, que tem contrato com o clube até o fim da temporada.

"O que vimos nos últimos 20 minutos é o mínimo que o Valencia deve mostrar em toda partida e isso me deixa orgulhoso", acrescentou o ex-lateral do Manchester United.

"Eu acredito que os torcedores do Valencia que assistiram à partida na televisão ou aqui no estádio podem ter saído com a sensação de orgulho pelo comprometimento do time."

"Nós quisemos ganhar, obviamente, e o empate não é ideal, mas eu acho que devido às circunstâncias o resultado foi positivo."   Continuação...