Suspenso, Blatter comparece ao Comitê de Ética da Fifa

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015 13:28 BRST
 

Por John Miller

ZURIQUE (Reuters) - O presidente da Fifa sob suspensão, Joseph Blatter, compareceu nesta quinta-feira perante o comitê de ética do organismo gestor do futebol mundial, em um caso que pode terminar com o suíço impedido de realizar qualquer atividade vinculada ao esporte durante anos.

Blatter é alvo de uma investigação criminal na Suíça. Além disso, a Fifa ainda tenta se recuperando do pior escândalo de corrupção de seus mais de 100 anos de história, em meio ao qual 41 pessoas, entre elas vários chefes de federações nacionais, foram acusadas por promotores dos Estados Unidos.

Blatter, que deve deixar o cargo em 26 de fevereiro quando seu sucessor será eleito, chegou à sede da Fifa em Zurique em um veículo conduzido por um motorista e acompanhado por um de seus advogados.

No dia 8 de outubro, o dirigente foi suspenso de todas as atividades relacionadas com o futebol durante 90 dias, assim como o presidente da Uefa, Michel Platini, enquanto espera o resultado do inquérito.

A investigação ética da Fifa foi motivada pela decisão da Procuradoria-Geral suíça de abrir um processo penal contra Blatter em consequência do pagamento de cerca de 2 milhões de dólares a Platini em 2011.

Blatter e Platini negam qualquer irregularidade.

Platini, que tinha a intenção de se candidatar à presidência da Fifa, deveria comparecer perante o comitê na sexta-feira, mas se negou afirmando que o processo contra ele é claramente político.

 
Blatter chega à sede da Fifa, em Zurique 17/12/2015 REUTERS/Ruben Sprich