Discórdia entre Mourinho e jogadores causou demissão do técnico, diz Chelsea

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015 20:19 BRST
 

LONDRES (Reuters) - O técnico do Chelsea, José Mourinho, foi demitido para "proteger os interesses do clube", e o proprietário Roman Abramovich tinha que agir por causa de uma "discórdia palpável entre o treinador e os jogadores", disse o diretor técnico Michael Emenalo.

Mourinho foi demitido pelo time campeão inglês nesta quinta-feira após uma série de maus resultados que deixou o clube um ponto acima da zona de rebaixamento.

"Os resultados não são bons, parecia haver, obviamente, uma discórdia palpável entre o treinador e jogadores, e nós sentimos que era hora de agir", afirmou Emenalo, segundo a Chelsea TV.

O ex-jogador da seleção da Nigéria Emenalo, parte da estrutura de gestão do Chelsea desde 2007, disse que o bilionário russo Abramovich tomou uma "decisão difícil".

"Não se enganem sobre isso, o Chelsea é um dos maiores clubes do mundo e um ponto acima do rebaixamento no Campeonato Inglês não é bom o suficiente", acrescentou.

(Reportagem de Justin Palmer)

 
José Mourinho antes de jogo entre Chelsea e Maccabi Tel Aviv em novembro. 24/11/2015 REUTERS/Action Images/John Sibley/Livepic