Suíça autoriza extradição de ex-dirigente da Conmebol Figueredo ao Uruguai, diz fonte

sexta-feira, 18 de dezembro de 2015 11:14 BRST
 

MONTEVIDÉU (Reuters) - A Justiça suíça autorizou a extradição ao Uruguai do ex-presidente da Conmebol e dirigente da Fifa Eugenio Figueredo para ser julgado no país, onde possui uma investigação aberta por lavagem de dinheiro, disse uma fonte à Reuters nesta sexta-feira.

Figueredo se encontra detido em Zurique junto a outros dirigentes que fazem parte da investigação sobre corrupção na Fifa.

"A Suíça autorizou a extradição de Figueredo ao Uruguai em vez dos Estados Unidos. A Justiça uruguaia tem até 30 de dezembro para levá-lo ao país", disse a fonte vinculada ao caso, em condição de anonimato.

O ex-presidente da CBF José Maria Marin, preso na Suíça em etapa anterior do inquérito dos EUA sobre corrupção no futebol, já foi extraditado para enfrentar julgamento na Justiça norte-americana.

Também foram indiciados pelas autoridades dos EUA por suposto envolvimento no mesmo esquema de corrupção o presidente licenciado da CBF, Marco Polo Del Nero, e o ex-presidente da entidade Ricardo Teixeira. Ambos, no entanto, permanecem em liberdade.

(Reportagem de Malena Castaldi)