Jogadores do Chelsea precisam olhar no espelho, diz novo técnico

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015 19:30 BRST
 

Por Martyn Herman

LONDRES (Reuters) - O técnico Guus Hiddink acredita que ainda é possível o Chelsea terminar entre os quatro primeiros do Campeonato Inglês, mas pediu aos jogadores do time que deem uma longa olhada no espelho.

O holandês está embarcando em uma segunda passagem como técnico interino do Chelsea e não tem ilusões sobre a tarefa que terá pela frente após atender ao chamado do clube depois da demissão de José Mourinho.

"Matematicamente é possível", disse um relaxado Hiddink, que ganhou popularidade em 2009 ao assumir no lugar do brasileiro Luiz Felipe Scolari, a jornalistas no centro de treinamento do clube.

"Se você puder somar, então é possível, mas essa liga é muito forte, o que tem se provado neste ano, com repeito aos times que estão no topo da tabela --Leicester City, Crystal Palace e Watford... é surpreendente e refrescante."

"Isso significa que todos os times podem matar uns aos outros", avaliou.

O Chelsea ocupa a 15ª posição, depois de perder nove de suas 17 primeiras partidas no Campeonato Inglês. A equipe está 10 pontos atrás do sétimo colocado Watford, que o Chelsea recebe no sábado, no início da sequência de partidas da temporada natalina, que inclui ainda um duelo contra o Manchester United.

 
O técnico Guus Hiddink, do Chelsea, concede entrevista coletiva. 23/12/2015 REUTERS/Action Images/Matthew Childs/Livepic