Wenger culpa má sorte e erro de árbitro por goleada sofrida pelo Arsenal

domingo, 27 de dezembro de 2015 10:31 BRST
 

LONDRES (Reuters) - O técnico Arsene Wenger reconheceu que o Southampton foi mais forte na vitória de 4 x 0 sobre o Arsenal no sábado, mas ele também citou a má sorte e o lance do segundo gol que deveria ter sido anulado pelo árbitro Jonathan Moss.

Cuco Martina abriu o placar com um chute de longa distância e Shane Long, em seguida, marcou o segundo gol quando o atacante irlandês fez falta no zagueiro do Arsenal Laurent Koscielny fora da área antes de completar cruzamento da direita de Sadio Mane.

O capitão José Fonte fez 3 x 0 de cabeça aos 15 minutos do segundo tempo, antes de Long completar a goleada nos acréscimos.

"Perdemos muitas jogadas hoje, eles foram mais fortes do que nós", disse o técnico Wenger após o segundo colocado Arsenal perder a chance de ultrapassar o líder do Campeonato Inglês Leicester City.

"Não tivemos sorte também...e o segundo gol veio depois de uma falta sobre Koscielny. Eu não levo o placar geral muito em consideração."

Wenger também descreveu o jogo como "muito, muito, muito físico".

Com o resultado, o Arsenal permaneceu dois pontos atrás do Leicester no topo da tabela.