Olimpíada de Tóquio vai impulsionar PIB do Japão em 0,2-0,3 pp, diz BC japonês

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015 10:39 BRST
 

Por Leika Kihara

TÓQUIO (Reuters) - Os Jogos Olímpicos de Tóquio de 2020 provavelmente irão impulsionar a economia do Japão em 0,2-0,3 ponto percentual em média a cada ano até 2018, compensando parte de outro aumento dos impostos sobre as vendas planejado para 2017, disse o banco central japonês nesta segunda-feira.

A estimativa do banco central, feita sob pedido da administração do primeiro-ministro, Shinzo Abe, destaca a esperança do governo de que a Olimpíada vai levar a novos investimentos e mais turistas estrangeiros para dar a partida na economia estagnada.

Investimentos em novos hotéis, locais do evento e infraestrutura relacionada aos Jogos vão chegar a um acumulado de 10 trilhões de ienes (83 bilhões de dólares) até 2020, disse o banco central em um relatório de avaliação do impacto econômico do evento.

Tais investimentos e gastos de visitantes estrangeiros vão impulsionar o Produto Interno Bruto (PIB) japonês em até 30 trilhões de ienes durante o período de 2015 a 2020 - ou aproximadamente 6 por cento do tamanho da economia, disse o banco.

Com os investimentos em construção devendo atingir seu pico por volta de 2020, o banco pediu ao governo para prosseguir com as reformas para moderar qualquer obstáculo criado pelo evento.

"Para sustentar o efeito de estímulo da Olimpíada após ela acabar, há necessidade de tomar medidas para fortalecer o potencial de crescimento do Japão e descobrir nova demanda que possa substituir (a queda) no investimento na construção", disse o banco central do Japão.

 
Estrutura com o símbolo olímpico vista em Tóquio.    01/10/2014     REUTERS/Yuya Shino