Primeira etapa do Rally Dakar Argentina-Bolívia é cancelada devido a mau tempo

domingo, 3 de janeiro de 2016 14:09 BRST
 

BUENOS AIRES (Reuters) - A organização do Rally Dakar Argentina-Bolívia decidiu cancelar a primeira etapa deste domingo da tradicional competição devido às más condições meteorológicas e inundações no percurso, visando prevenir acidentes após um piloto chinês atropelar mais de 10 pessoas na véspera.

"Etienne Lavigne, diretor do evento, confirmou que a etapa de hoje (domingo) foi cancelada. Por causa do mau tempo no percurso especial e na reta final desta etapa se tornou impossível a decolagem de helicópteros para garantir a segurança dos pilotos ao longo do percurso", disse a organização em seu site oficial Dakar.com sobre o percurso entre Rosário e Villa Carlos Paz, em Córdoba.

Desta forma, as máquinas foram encaminhadas para uma conexão na Villa Carlos Paz. As motos e os quadriciclos irão em comboio, os automóveis viajarão por conta e os caminhões utilizarão a rota alternativa reservada para veículos de serviço

Na segunda-feira, se o tempo permitir, a competição seguirá rumo à cidade de Termas de Rio Hondo, em Santiago del Estero.

Enquanto isso, o hospital Santa Francisca Romana de Arrecifes, onde ocorreu o acidente de sábado, divulgou neste domingo um boletim médico sobre o estado de saúde dos feridos pelo piloto estreante chinês Guo Meiling.

O boletim informa que "os pacientes que não correm perigo permanecem em Arrecifes." "Um paciente foi transferido para outra instalação, onde está sendo tratado por um poli traumatismo grave, com múltiplas fraturas, e os outros dois pacientes, pai e filho, estão em estado grave", destaca.

Em 38 edições da tradicional prova, que surgiu na África, já ocorreram 63 mortes em acidentes envolvendo motoristas, escoltas, espectadores e jornalistas.

(Por Luis Ampuero)