Chile, Argentina e Uruguai são multados por cantos homofóbicos de torcedores

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016 14:30 BRST
 

ZURIQUE (Reuters) - A Federação Chilena de Futebol foi multada em 70 mil francos suíços (69.410 dólares) devido a quatro casos de cantos homofóbicos por parte de seus torcedores durante jogos das eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, informou a Fifa nesta quarta-feira.

A Fifa também anunciou multas de 20 mil francos suíços contra as federações de Argentina, México, Peru e Uruguai por casos separados de cantos homofóbicos por parte de suas torcidas durante jogos das eliminatórias.

Também foram abertos procedimentos contra a federação de Honduras por ofensas similares, segundo a Fifa.

"A Fifa vem combatendo a discriminação no futebol por muitos anos e parte disso tem sido por meio de sanções", disse Claudio Sulser, presidente do comitê disciplinar da entidade máxima do futebol mundial.

"Com o novo sistema de monitoramento abrangente para as eliminatórias da Copa do Mundo, o comitê disciplinar tem um apoio adicional graças a relatórios detalhados fornecidos pelos observadores antidiscriminação dos jogos", acrescentou.

"Mas um processo disciplinar por si só não pode mudar o comportamento de certos grupos de torcedores que, infelizmente, vão contra os valores fundamentais do nosso jogo", afirmou.

"A Fifa e toda a comunidade do futebol têm que ser pró-ativas em educar e inspirar uma mensagem de igualdade e respeito em todos os níveis do esporte."

(Por Tony Jimenez)