Fifa confirma que Europa só pode se candidatar à Copa de 2026 como plano B

sexta-feira, 14 de outubro de 2016 11:17 BRT
 

ZURIQUE (Reuters) - Os países da Europa só poderão se candidatar para sediar a Copa do Mundo de 2026 se nenhum dos candidatos habilitados for bom o suficiente, informou a Fifa nesta sexta-feira.

Reforçando uma possível candidatura comum de Estados Unidos, México e Canadá em 2026, a Fifa disse que sedes conjuntas seriam permitidas e que não existe restrição ao número de países em uma dada candidatura.

O Conselho da Fifa concordou com o "princípio geral de que as associações-membros de confederações das duas últimas sedes da Copa do Mundo da Fifa serão inelegíveis para sediar a Copa do Mundo de 2026 da Fifa", informou a entidade.

Como Rússia e Catar irão sediar os Mundiais de 2018 e 2022 respectivamente, a decisão significa que nem países europeus nem asiáticos serão elegíveis para sediar o torneio de 2026.

Mas a Fifa disse que candidaturas europeias, mas não asiáticas, poderiam ser autorizadas "no caso de nenhuma das candidaturas propostas cumprir as exigências técnicas e financeiras exatas".

        

(Por Brian Homewood)