Argentinos saem vencedores e perdedores no Watertight Palace

sábado, 27 de setembro de 2014 18:33 BRT
 

LONDRES (Reuters) - O Crystal Palace do goleiro argentino Julian Speroni apresentou um bom desempenho neste sábado ao conseguir anular os também argentinos Esteban Cambiasso e Leonardo Ulloa e assegurar a vitória por 2 x 0 sobre o Leicester City, que vinha de uma vitória de virada sobre o Manchester United.

Dois gols em três minutos no segundo tempo, marcados por Frazier Campbell e Mile Jedinak, garantiram a vitória ao Palace, ampliando para quatro jogos a invencibilidade da equipe no Campeonato Inglês, ao mesmo tempo em que provocou a primeira derrota do Leicester no últimos quatro jogos da competição.

“O time jogou muito bem defensivamente e também indo ao ataque, trocando passes, a movimentação do time foi muito boa”, disse Speroni após a vitória casa, no estádio Selhurst Park.

“Estou muito feliz com o resultado e a maneira como o time jogou”, disse ele à Reuters após a segunda vitória consecutiva do Crystal Palace no torneio, a primeira em casa na atual temporada, o que os deixou empatados em oito pontos com o Leicester na tabela.

Graças à boa performance defensiva do Palace, a partida não proporcionou o esperado duelo entre Speroni e o atacante do Leicester Ulloa, vice-artilheiro do campeonato com cinco gols, incluindo os dois marcados na incrível vitória sobre o Manchester United por 5 x 3 no fim de semana anterior.

"Se você der ao Leo um metro livre, você sabe que ele vai marcar, e o mesmo vale para ‘Chuchu’ (Cambiasso), um jogador com um talento como esse, então não podíamos dar espaço a eles, esse era o plano do jogo e, bem, funcionou”, disse Speroni.

Ex-meia da seleção argentina, Cambiasso, também falando à Reuters, disse que o Palace foi 20 vezes mais duro na zaga do que o vinte vezes campeão inglês Manchester United.

“Cada partida é diferente, encontra-se um time que sabe como jogar muito bem aqui (em casa) e faz o máximo a partir de cada detalhe”, disse Cambiasso.

“Houve momentos em que tínhamos a bola e tentamos jogar nosso jogo, mas é normal que com o Manchester encontrássemos mais espaço e no final o que definiu a partida foram duas bolas paradas”, acrescentou.

Cambiasso foi o melhor jogador do Leicester até ser substituído no segundo tempo, após ter sofrido um choque no final da primeira etapa. Ele comandou bem os companheiros a partir do meio-campo, mas preferiu minimizar sua influência sobre a equipe.

“Eu tento contribuir com o jogo, acho que cada jogador, quando tem a bola, dita jogo, pode ser um meia ou um zagueiro”, disse.