Após fiasco em Londres, dupla da Indonésia ganha o ouro em Jogos Asiáticos

domingo, 28 de setembro de 2014 17:34 BRT
 

INCHEON Coreia do Sul (Reuters) - Greysia Polii estava quase se aposentando do badminton após ser excluída dos Jogos Olímpicos de Londres por envolvimento em um escândalo de manipulação de resultados que abalou o esporte, mas a indonésia deixou a "tragédia" para trás ao conquistar a medalha de ouro nos Jogos Asiáticos.

Polii e a parceira Nitya Krishinda Maheswari bateram as japonesas Ayaka Takahashi e Misaki Matsutomo na final das duplas femininas no ginásio Gyeyang, em Incheon, na Coreia do Sul.

Antes, a dupla da Indonésia já havia batido, de forma surpreendente, as medalhistas de ouro em Londres, há dois anos, as chinesas Zhao Yunlei e Tian Quin.

O torneio olímpico será para sempre lembrado pela expulsão de quatro duplas femininas depois que elas tentaram perder jogos para terem seus caminhos facilitados durante a competição.

Polii e a então parceira Meiliana Jauhari acabaram expulsas, elas e duas duplas da Coreia do Sul e uma da China.

"Depois da tragédia da Olimpíada eu quase desisti do badminton", disse ela à Reuters em uma entrevista neste domingo.

"Quase desisti da minha carreira. Não queria continuar. Mas, ao mesmo tempo, pensei comigo mesmo: 'Tenho que ser forte o suficiente'."

As campeões do mundo Wang Xiaoli e Yu Yang, da China, foram acusadas por outras jogadoras de entregaram uma partida em Londres de forma a evitar o confronto com a segunda dupla mais bem ranqueada da China no mesmo lado da chave na segunda fase.

Isso desencadeou uma reação da dupla da Indonésia e das duplas coreanas, que tentaram também entregar suas partidas de forma a estragar o plano das chinesas.   Continuação...