Hulk brilha em empate do Zenit com Mônaco após polêmica sobre racismo

quarta-feira, 1 de outubro de 2014 17:15 BRT
 

SÃO PETERSBURGO (Reuters) - Hulk foi o destaque do Zenit São Petersburgo no empate sem gols com o Mônaco, pelo Grupo C da Liga dos Campeões, nesta quarta-feira, horas depois da confirmação de que ele foi alvo de ofensas racistas em um jogo da liga russa.

O brasileiro, que disse a um jornal russo que podia ouvir gritos de macaco dirigidos a ele na partida contra o Spartak Moscou no sábado, teve uma boa atuação no mesmo local, o Estádio Petrovsky.

Mas seus lampejos não foram suficientes para que seu time marcasse gol, e o Zenit e o Mônaco ficaram no 0 x 0 em uma noite gelada.

Hulk, que ajudou a criar algumas das melhores chances do Zenit com suas arrancadas, declarou ao jornal esportivo Express: "Ouvi claramente cânticos de macaco gritados em minha direção e não somente uma vez. Vinha de um grupo grande de pessoas."

Zenit e Mônaco somam quatro pontos em dois jogos na Liga dos Campeões.

(Reportagem de Dmitriy Rogovitskiy)