Não há racismo no futebol, afirma Mourinho

sexta-feira, 3 de outubro de 2014 20:53 BRT
 

LONDRES (Reuters) - O técnico do Chelsea, José Mourinho, acredita que não há necessidade de o futebol inglês introduzir a "Regra Rooney" do futebol americano, dizendo que "não há racismo" no esporte.

Uma lei em que pelo menos um candidato negro ou de minoria étnica deve ser entrevistado para o cargo de técnico está em vigor na NFL desde 2003, depois de ter sido implementada pelo proprietário do Pittsburgh Steelers Dan Rooney.

Esse requisito não existe no futebol inglês e existem apenas dois técnicos negros nos 92 clubes das primeiras divisões do Campeonato Inglês.

Questionado sobre o assunto na sexta-feira, Mourinho disse: "Não há racismo no futebol. O futebol não é tão estúpido em fechar as portas para as pessoas."

"Se você é bom, você consegue o trabalho. Se você é top, você é top."

Os treinadores Keith Curle (Carlisle) e Chris Powell (Huddersfield) são os únicos técnicos negros do futebol profissional inglês, embora cerca de 25 por cento dos jogadores sejam negros ou de minorias étnicas.

(Reportagem de Martyn Herman)