Diego Costa confia em parceira com Fàbregas para encerrar jejum pela Espanha

segunda-feira, 6 de outubro de 2014 14:43 BRT
 

MADRI (Reuters) - Diego Costa ainda não marcou um gol sequer pela Espanha em cinco jogos, uma estatística surpreendente para um atacante goleador tanto pelo Atlético de Madri na temporada passada como no início de sua atual passagem pelo Chelsea.

O brasileiro naturalizado espanhol, que abriu mão de jogar pelo Brasil para defender a Espanha, marcou 36 gols pelo Atlético na temporada 2013-2014 e tem nove no mesmo número de jogos pelo time de Londres.

O jogador de 25 anos terá outra chance de encerrar o jejum quando a Espanha enfrentar Eslováquia e Luxemburgo, fora de casa, pelas eliminatórias da Eurocopa de 2016 esta semana, e há uma razão especial para ele estar otimista: seu companheiro de time e de seleção Cesc Fàbregas.

Dos nove gols de Costa pelo Chelsea, quatro aconteceram após passes de Fàbregas, que deve ser escalado como meia titular na equipe do técnico Vicente del Bosque nos dois jogos das eliminatórias. O ex-jogador do Arsenal e do Barcelona tem sete assistências no total na atual temporada.

Eslováquia e Luxemburgo, que não devem se classificar para a Euro-2016, representam adversários adequados para Diego Costa dar início a sua contagem de gols pela Espanha.

Ainda há dúvidas sobre a forma física do atacante, mas ele afirmou nesta segunda-feira que está se sentindo bem após ter marcado um gol por cobertura na vitória de 2 x 0 do Chelsea sobre o Arsenal, no domingo, com assistência de Fàbregas.

"Sempre quero jogar quando estou bem", disse Costa a repórteres ao se apresentar para os treinos da seleção da Espanha perto de Madri.

"Quando não estou me sentindo bem não posso jogar, é claro, e houve tempos ultimamente (com a Espanha) em que seria muito arriscado. Estou louco para marcar gols aqui e tenho dito a Cesc que temos uma boa conexão no Chelsea, que entendemos muito bem um ao outro, mas agora temos que ter isso aqui também", acrescentou.

A Espanha, campeã do mundo em 2010, espera buscar em 2016 na França o terceiro título europeu consecutivo. A equipe enfrentará Eslováquia em Zilina, na quinta-feira, e jogará com Luxemburgo, em Luxemburgo, no domingo.

(Por Iain Rogers)

 
Diego Costa comemora gol do Chelsea contra o Arsenal no domingo.  REUTERS/Stefan Wermuth