7 de Outubro de 2014 / às 14:08 / em 3 anos

Crime organizado controla 25% do esporte mundial, diz chefe de agência antidoping

LONDRES (Reuters) - O homem encarregado de eliminar o doping do esporte afirma que o crime organizado controla um quarto da atividade esportiva profissional no mundo.

Presidente da Agência Mundial Antidoping, David Howman, durante uma coletiva de imprensa em Budapeste. 22/02/2011. REUTERS/Laszlo Balogh

David Howman, diretor-geral da Agência Mundial Antidoping, fez um pedido a todos os envolvidos na luta contra a corrupção no esporte para que se unam de forma a impedir que os “caras maus” vençam.

“A maior ameaça ao esporte é o crime organizado”, disse Howman a delegados em uma conferência sobre segurança no esporte realizada em Londres.

“Não vamos categorizá-lo como armação de resultados e suborno, isso é crime organizado”, acrescentou.

“E acho que atualmente o crime organizado controla pelo menos 25 por cento do mundo do esporte, de uma forma ou de outra.”

Howman disse que as pessoas que distribuem drogas, esteroides, hormônios do crescimento (GH) e eritropoietina (EPO) e outras substâncias são as mesmas que corrompem os atletas e pagam para manipular resultados.

“São os mesmos caras maus”, afirmou na conferência.

“Agora, os caras bons têm que prevalecer. Quem são os caras bons? Vamos reuni-los e garantir que possam trabalhar em um plano. Porque, do contrário, os caras maus vão vencer.”

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below