Murray avança em Xangai; chinês número 553 do ranking elimina Fognini

terça-feira, 7 de outubro de 2014 12:25 BRT
 

XANGAI (Reuters) - Andy Murray levou um susto logo na estreia mas chegou à segunda rodada do Masters de Xangai, e o chinês Wang Chuhan, 553º do ranking, surpreendeu ao derrotar o 15º cabeça de chave, Fabio Fognini, sem perder nenhum set em seu primeiro torneio da ATP, nesta terça-feira.

Murray, nono na corrida para o ATP Finals de Londres, o último evento do calendário no qual os oito melhores do ano se enfrentam, bateu o russo Teymuraz Gabashvili em parciais de 6-1 e 7-5.

O britânico quebrou o serviço de seu adversário três vezes e fechou o primeiro set rapidamente, mas sofreu duas quebras no segundo e teve que suar para evitar um terceiro set, marcando um encontro com Jerzy Janowicz na segunda rodada.

“Comecei a partida bem, ele não estava com muito ritmo no começo”, disse Murray, que perdia por 3-5 no segundo set antes de reagir e ganhar os quatro últimos games, ao canal de televisão Sky Sports.

“Eu estava ditando muitos dos pontos, usando uma boa variedade. No começo do segundo set, meu saque caiu muito de qualidade. Ele ganhou uma certa confiança a partir daí e começou a jogar melhor”.

“Eu tinha que achar uma maneira de dar a volta por cima no final. Usei uma tática inteligente no final do set, voltei a variar meu jogo. Foi um bom começo para mim, mas preciso trabalhar algumas coisas”, afirmou o escocês, que pôs fim a uma seca de títulos de 15 meses ao vencer o Aberto de Shenzen no mês passado.

O azarão Wang, que disputa praticamente apenas competições de acesso aos grandes torneios, obteve uma vitória em 7-6(5) e 6-4 sobre o italiano Fognini na quadra principal e entusiasmou a plateia, francamente surpresa com o resultado.

 
Tenista britânico Andy Murray em partida contra Teymuraz Gabashvili, da Rússia, no Masters de Xangai. 07/10/2014 REUTERS/Aly Song