11 de Outubro de 2014 / às 14:12 / 3 anos atrás

Hamilton coloca a Mercedes na pole no GP da Rússia; Massa larga em 18º

SOCHI (Reuters) - O líder do campeonato Lewis Hamilton colocou a sua Mercedes na pole position do primeiro Grande Prêmio da Rússia no treino classificatório deste sábado, com o seu companheiro e rival na briga pelo título, Nico Rosberg, ficando com a segunda posição.

O brasileiro Felipe Massa, com um problema no motor de sua Williams, foi eliminado logo na primeira fase da classificação e ficou em 18º no grid.

Esta é a sétima pole do britânico de 29 anos na temporada e a 38ª na carreira, mesmo assim Hamilton achou que poderia ter feito melhor no novo circuito que passa pelo parque olímpico dos Jogos de Inverno de Sochi.

“Não foi uma volta perfeita, acho que dava para melhorar”, disse o campeão de 2008, que lidera o campeonato com dez pontos de vantagem sobre Rosberg e com apenas quatro corridas restando para o final da temporada.

“A pista é ótima, muito suave, mas com bastante aderência”, acrescentou Hamilton. “Os freios estão funcionando bem e o local, estando ao redor do Parque Olímpico, é impressionante.”

Rosberg teve de reconhecer que Hamilton, mais rápido também nos treinos livres, foi melhor que ele durante todo o final de semana.

Ambos foram ameaçados por Valtteri Bottas, cuja Williams estava mais rápida em dois setores da pista, mas o finlandês cometeu um erro no final da volta e não conseguiu melhorar a sua terceira colocação no grid.

“Eu não sabia que naquele momento estava perto da pole”, afirmou ele. “Arrisquei um pouco demais nas duas últimas curvas, saí um pouco do traçado e quando você sai, está realmente escorregadio.”

Jenson Button, da McLaren, completou a segunda fila, enquanto Daniil Kvyat, o único russo a disputar a Fórmula 1, terá a torcida a seu favor e empolgada com a quinta colocação que ele conseguiu com a sua Toro Rosso.

EM BUSCA DA QUARTA VITÓRIA

A Ferrari, cuja marca de 81 corridas consecutivas na zona de pontuação terminou no Japão, e a atual campeã Red Bull tiveram uma sessão de treino complicada.

Fernando Alonso e Kimi Raikkonen se classificaram em oitavo e nono, respectivamente, enquanto o tetracampeão Sebastian Vettel conseguiu apenas a 11ª posição.

Hamilton correrá em busca da sua quarta vitória consecutiva, neste domingo, e a nona na temporada, enquanto a Mercedes espera já se sagrar campeã dos construtores pela primeira vez.

“Não muda muita coisa para mim na corrida, mas será um momento histórico para nós”, disse Hamilton. “Será a primeira vez, então, vai ser histórico para o time, um momento muito especial.”

O momento histórico pode finalmente proporcionar um pouco de alegria, depois da difícil semana com o piloto francês Jules Bianchi lutando pela vida em um hospital após o grave acidente que sofreu ao bater em um guindaste, no último domingo, durante o GP do Japão, em Suzuka.

Todos os pilotos colocaram um adesivo de apoio a Bianchi em seus capacetes.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below