Federer para Djokovic e chega a final de Xangai

sábado, 11 de outubro de 2014 13:20 BRT
 

XANGAI (Reuters) - Roger Federer passou como um rolo compressor em cima de Novak Djokovic, ao vencer o número 1 do mundo por 6-4 e 6-4 na semifinal do Masters 1000 de Xangai, neste sábado, e fará a final contra o francês Gilles Simon.

O suíço de 33 anos entrou de forma agressiva na partida contra o seu oponente mais jovem, que vinha de uma série de 28 vitórias na China, e converteu seu terceiro match point com um voleio de backhand para encerrar a semifinal em uma hora e 35 minutos.

Federer, que irá assumir o segundo lugar no ranking na segunda-feira, quebrou o serviço de Djokovic no quinto game do primeiro set, depois de dois erros não forçados do bicampeão em Xangai.

Dono de 17 títulos de Grand Slam, o suíço voltou a quebrar o saque do adversário no início do segundo set e encaminhou a doce vingança pela derrota que sofreu no último encontro entre os dois, na final de Wimbledon, em julho.

Djokovic, de 27 anos, parecia frustrado durante a partida, mas foi efusivo em seus elogios para o seu adversário.

"Eu acho que eu não joguei tão mal", disse ele. "É só que ele jogou tudo o que ele queria jogar. Ele jogou a partida perfeita."

Federer teve 35 winners, quatro a mais do que o seu adversário, cometeu menos erros e enfrentou apenas um único break point no jogo que ele salvou.

"Foi um grande jogo, eu concordo", disse Federer. "Acho que joguei muito bem. Não havia nada no jogo de hoje que não estava funcionando."

Mais cedo, Simon se classificou para sua primeira final de Masters 1000 em seis anos, após eliminar o espanhol Feliciano Lopez.

O número 29 do mundo enfrentou pouca pressão quando sacava e dominou o jogo do fundo de quadra com golpes maravilhosos, superando Lopez, de 33 anos, por 6-2 e 7-6 (7-1).