14 de Outubro de 2014 / às 12:52 / 3 anos atrás

Neymar faz quatro e Brasil goleia Japão por 4 x 0

Neymar comemora com Robinho após marcar um dos quatro gols na goleada de 4 x 0 do Brasil sobre o Japão em amistoso em Cingapura. 14/10/2014 REUTERS/Edgar Su

(Reuters) - Neymar marcou quatro gols pela seleção brasileira pela primeira vez na carreira e levou a equipe a uma goleada de 4 x 0 sobre o Japão, nesta terça-feira, em Cingapura, em amistoso disputado contra um time japonês que deixou espaços para o Brasil colocar em prática seu novo estilo de jogo de contra-ataques mortais.

Com a vitória, a seleção manteve o aproveitamento de 100 por cento nas quatro partidas disputadas desde a volta do ex-capitão Dunga ao comando da equipe após a frustração da Copa do Mundo em casa, em julho.

Camisa 10 e capitão, Neymar fez um gol no primeiro tempo e três no segundo, e ainda acertou uma cobrança de falta na trave.

“É uma felicidade imensa estar realizando mais um sonho. Nem nos meus melhores sonhos eu imaginava uma coisa dessa com a camisa da seleção”, disse Neymar em entrevista após a partida.

No primeiro gol, Diego Tardelli fez passe em profundidade e Neymar tirou do goleiro com um corte e bateu para o fundo da rede, abrindo o marcador aos 17 minutos. O segundo saiu aos 2 minutos da etapa final, após assistência de Philippe Coutinho, que entrou em campo no intervalo.

Neymar fez o terceiro aos 30 minutos aproveitando rebote do goleiro após chute de Coutinho e fechou a goleada cinco minutos depois aproveitando cruzamento de Kaká, que também entrou em campo no decorrer da partida.

Assim como nas vitórias anteriores, sobre Equador (1 x 0), Colômbia (1 x 0) e Argentina (2 x 0), a seleção se posicionou bem na defesa e aproveitou a velocidade e o talento dos jogadores de frente no contra-ataque para conquistar o resultado.

O treinador repetiu a equipe titular que venceu a Argentina no sábado, em Pequim, com exceção da saída de David Luiz para a entrada de Gil, por precaução devido a lesão. Em quatro partidas, a equipe fez oito gols e não sofreu nenhum.

Dunga, que retornou ao comando da seleção no lugar de Luiz Felipe Scolari após a Copa do Mundo em casa, em que o Brasil perdeu de 7 x 1 para a Alemanha na semifinal, aproveitou o segundo tempo para fazer experiências no time tendo em vista as eliminatórias da Copa do Mundo de 2018 e a Copa América de 2015, no Chile.

Além de Coutinho, que entrou no lugar de Oscar, a seleção voltou para o segundo tempo com Mário Fernandes no lugar de Danilo e Éverton Ribeiro na vaga de Willian. Depois entraram Robinho (saiu Tardelli), Souza (Luiz Gustavo) e Kaká (Elias).

Kaká, que foi o camisa 10 do Brasil durante a primeira passagem de Dunga pelo comando da seleção (2006 a 2010), havia feito sua reestreia pela equipe contra os argentinos após longa ausência e voltou a jogar bem nos minutos que esteve em campo diante do Japão, inclusive acertando uma cabeçada no trave no lance que originou o terceiro gol do Brasil.

A seleção japonesa, também em reconstrução após a eliminação na primeira fase do Mundial no Brasil, não abriu mão de atacar e chegou a acertar uma bola na trave, num chute de Okazaki, mas dava espaços para o contra-ataque brasileiro.

Neymar, Coutinho e Robinho ainda tiveram chances claras de ampliar a margem da vitória brasileira.

Dunga e alguns jogadores da seleção brasileira reclamaram bastante do campo do Estádio Nacional de Cingapura, local escolhido para a partida pela empresa que detém os direitos comerciais sobre os amistosos da seleção brasileira.

Havia falhas em todos os lugares do campo, formado por uma mistura de gramas natural e sintética.

A seleção brasileira fará mais dois amistosos este ano, ambos fora de casa, em novembro: contra a Turquia, em Istambul, e diante da Áustria, em Viena.

Por Pedro Fonseca, no Rio de Janeiro

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below