Bianchi vai continuar a lutar pela vida, diz pai

terça-feira, 14 de outubro de 2014 11:30 BRT
 

(Reuters) - O piloto francês de Fórmula 1 Jules Bianchi, internado em estado grave após um acidente no GP do Japão, não vai deixar de lutar pela vida mas a situação permanece desesperadora, disse o pai dele, Philippe, nesta terça-feira.

Em entrevista ao jornal italiano Gazzetta dello Sport em Yokkaichi, no Japão, onde o piloto da Marussia está em tratamento intensivo, o Bianchi pai disse que ainda tem esperança de levar o filho de volta para casa um dia.

"A situação é desesperadora. Toda vez que o telefone toca nós sabemos que pode ser o hospital para dizer que Jules morreu", disse ele ao jornal.

"Mas primeiro eles disseram que as primeiras 24 horas eram cruciais, então viraram 72, e agora nós ainda estamos aqui, com Jules, que está lutando", afirmou.

"Eu vejo, eu acredito, eu falo com ele, sei que ele me ouve. Os médicos disseram que já é um milagre, que ninguém nunca sobreviveu a um acidente tão grave. Mas Jules não desiste."

Bianchi está internado desde o acidente no Grande Prêmio do Japão em 5 de outubro. O carro do francês aquaplanou na pista molhada e bateu em um trator que estava na área de escape removendo um carro batido. Desde então ele está em estado "grave mas estável".

O pai do piloto disse que a família está vivendo um pesadelo, em um lugar pouco familiar e sem saber o que esperar do futuro.

"Talvez quando Jules estiver melhor... possamos transferi-lo para Tóquio e as coisas sejam mais fáceis. Mas ninguém sabe quando vai acontecer, se vai acontecer. Não temos certezas, só podemos esperar", disse.

(Reportagem de Alan Baldwin, em Londres)