Pirelli muda escolha de pneus para GP Brasil de Fórmula 1

sexta-feira, 17 de outubro de 2014 10:21 BRT
 

LONDRES (Reuters) - A Pirelli, única fornecedora de pneus para a Fórmula 1, mudou os compostos escolhidos para o Grande Prêmio do Brasil de novembro após reavaliar a condição do novo asfalto colocado no circuito de Interlagos, em São Paulo.

A escolha inicial da empresa -pneus duro e médio- foi criticada pelo piloto brasileiro da Williams, Felipe Massa, no fim de semana. Segundo Massa, a decisão era perigosa.

No entanto, a Pirelli disse que a decisão de mudar os pneus à disposição das equipes para médio e macio foi tomada após o recente recapeamento do circuito e depois de uma reunião do grupo de trabalho da F1 sobre pneus.

"Nós sempre dissemos que estaríamos abertos a quaisquer mudanças, se fossem solicitadas", disse o diretor de automobilismo da Pirelli, Paul Hembery.

"Após novas análises técnicas do impacto da superfície reformada do circuito, mais a avaliação de risco mostrando baixa probabilidade de superaquecimento do composto devido a temperaturas extremas na pista, nós fizemos essa mudança com a aceitação unânime das 11 equipes."

Com a mudança, os pneus duros que foram utilizados no GP do Japão, em Suzuka, que terminou com o acidente grave envolvendo o francês Jules Bianchi, não serão mais usados neste ano.

Massa, amigo do piloto da Marussia, que está em estado grave, expressou preocupação com o uso de pneus duros em São Paulo, onde também pode ocorrer chuva durante a corrida como aconteceu na prova do Japão.

"Perigoso, muito perigoso", disse o brasileiro a repórteres no GP da Rússia do fim de semana passado, explicando que os pneus duros podem não ter a aderência necessária em certas circunstâncias da pista.

(Reportagem de Alan Baldwin)

 
Funcionários da Pirelli inspecionam asfalto do circuito de Interlagos, em São Paulo. 24/11/2013 REUTERS/Nacho Doce