Chefe da Federação Russa de Tênis é suspenso de circuito por fazer piada com Serena e Venus Williams

sábado, 18 de outubro de 2014 11:49 BRT
 

SEUL (Reuters) - O presidente da Federação Russa de Tênis, Shamil Tarpischev, recebeu uma multa de 25 mil dólares e foi suspenso por um ano do circuito feminino da modalidade depois de se referir a Serena e Venus Williams como "os irmãos Williams" em um programa de entrevistas na televisão na semana passada.

A executiva-chefe da Associação de Tênis Feminino (WTA, na sigla em inglês), Stacy Allaster, disse que os comentários foram "insultantes, depreciativos e não tem nenhum cabimento no nosso esporte".

Allaster acrescentou: "As declarações do senhor Tarpischev questionando seu gênero mancham nosso grande esporte e duas de nossas campeãs. Seus comentários difamantes merecem repúdio e ele será punido".

"Como resultado, ordenei que o senhor Tarpischev seja multado em 25 mil dólares, o máximo permitido pelas regras da WTA".

Ela ainda afirmou que ele será suspenso de qualquer envolvimento com a associação durante um ano.

A número um do ranking, Serena Williams, conquistou 18 títulos de simples de Grand Slam, e sua irmã Venus venceu sete grandes torneios.

Dave Haggerty, presidente da Associação de Tênis dos Estados Unidos, pediu que Tarpischev se desculpe.

"Sendo presidente da Federação Russa de Tênis e membro do Comitê Olímpico Internacional, é de se esperar que o senhor Tarpischev se comporte com o mais alto grau de integridade e espírito esportivo", declarou Haggerty em um comunicado.

"Infelizmente, seus comentários não encarnam nenhuma destas características, e de fato foram repreensíveis".

(Por Peter Rutherford)