Chelsea supera ausência de Diego Costa e derrota Palace

sábado, 18 de outubro de 2014 16:07 BRT
 

Por William Schomberg

LONDRES (Reuters) - O Chelsea passou no teste de jogar no Campeonato Inglês sem seu artilheiro Diego Costa, ao bater o Crystal Palace por 2 a 1 no campo do rival neste sábado.

Como prova do quanto os líderes melhoraram em relação à temporada passada, o time mal foi incomodado ao revisitar o cenário da derrota surpreendente sete meses atrás, que marcou o começo do fim de sua disputa pelo título de 2013/14.

O Chelsea começou a temporada em grande forma, obtendo 22 pontos em seus oito primeiros jogos, mas ninguém sabe o quanto se pode contar com Diego.

O atacante da seleção da Espanha, que deixou o Atlético de Madri na pré-temporada, marcou nove gols na liga espanhola até agora – quase metade dos gols do time antes deste fim de semana.

Diego foi descartado do confronto com o Palace por ter retornado de um evento internacional contundido, mas o Chelsea mostrou que mesmo sem ele não deve sofrer a seca de gols que o assolou no ano passado.

Cesc Fàbregas, trazido do Barcelona também na pré-temporada, ressaltou a nova força do combinado londrino combinando com Eden Hazard e o brasileiro Oscar para marcar o segundo e decisivo gol no início do segundo tempo.

Outra cara nova do Chelsea, o brasileiro Filipe Luis impressionou na zaga esquerda depois que César Azpilicueta foi expulso por uma entrada de sola no capitão do Palace, Mile Jedinak, pouco antes do intervalo.

O técnico do Chelsea, José Mourinho, disse que Diego não estará em condições de enfrentar o Maribor na Liga dos Campeões na terça-feira e que não sabe quanto tempo o atacante ficará afastado, mas que sua equipe não depende do brasileiro naturalizado espanhol.

"Somos um time melhor do que na última temporada, houve uma evolução clara", declarou a repórteres.

O Chelsea continua cinco pontos à frente do campeão Manchester City após a vitória deste sábado, garantida por um gol de Oscar seguido pelo de Fàbregas aos seis minutos da etapa complementar.