Dunga convoca seleção sem jogadores de times do Brasil para últimos amistosos do ano

quinta-feira, 23 de outubro de 2014 14:29 BRST
 

Por Rodrigo Viga Gaier

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O técnico Dunga convocou 23 jogadores que atuam em clubes do exterior para os dois últimos amistosos da seleção brasileira em 2014, contra Turquia e Áustria, em novembro, para não desfalcar os times do Brasil na reta final da temporada.

A convocação trouxe novidades como o meio-atacante Roberto Firmino, do Hoffenheim, o volante Casemiro, do Porto, e o atacante Luiz Adriano, do Shakhtar Donetsk, além dos retornos do ex-capitão Thiago Silva e do meia-atacante Lucas, ambos do Paris St. Germain.

Dunga deixou de fora da lista os jogadores que atuam no Brasil por orientação do comando da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), que fez um acordo com os clubes. Os amistosos vão ocorrer na reta final do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil, duas competições organizadas pela própria CBF.

O treinador, que vem defendendo a filosofia de resultados na reconstrução da equipe após a frustração na Copa do Mundo em casa, afirmou que a seleção fez um “sacrifício”, mas entende a necessidade dos clubes do país.

“Quando você tem uma base as coisas tendem a se encaminhar. Quando começamos a nos encaminhar temos essa situação dos clubes brasileiros... temos que entender, compreender e entrar com nossa parcela de sacrifício”, disse o técnico a jornalistas após anunciar a lista de convocados na sede da CBF.

“Assim como os clubes vieram ao nosso encontro, agora temos que ir ao encontro dele, mas isso vai nos dar oportunidade de observar os jogadores”, acrescentou Dunga, que retornou ao comando da seleção no lugar de Luiz Felipe Scolari depois do Mundial em casa, em que o Brasil perdeu de 7 x 1 para a Alemanha na semifinal, em julho.

A ausência de nomes como Diego Tardelli, Jéfferson e Elias, titulares da seleção nos amistosos deste mês contra Argentina e Japão, abre as portas para jogadores que jamais foram convocados por Dunga.

"É uma oportunidade única. Gostaríamos de manter a mesma base, mas é uma oportunidade para ter esses jogadores que farão esforço para manter o nível ou até melhorar”, afirmou.   Continuação...

 
Técnico Dunga, que convocou a seleção brasileira nesta quinta, em foto de arquivo. 22/10/2014 REUTERS/Ricardo Moraes