Equipe Caterham muda administração para tentar seguir na F1

sexta-feira, 24 de outubro de 2014 19:32 BRST
 

LONDRES (Reuters) - A equipe de Fórmula 1 Caterham foi entregue a um administrador em uma corrida contra o tempo para encontrar um novo proprietário e continuar competindo.

Um comunicado informou nesta sexta-feira que Finbarr O'Connell, que já é o administrador da empresa Caterham Sports Limited que produzia os carros na fábrica de Leafield, agora também está coordenando a equipe.

Com corridas consecutivas em Austin, Estados Unidos, e em São Paulo chegando, parece cada vez mais improvável que a Caterham vai conseguir participar das duas provas, por mais que o chefe comercial da F1, Bernie Ecclestone, tenha dito que mesmo se a equipe perder essas duas corridas, ela poderia continuar na modalidade.

A Caterham, que já competiu sob vários nomes desde a sua estreia em 2010 como Lotus Racing mas ainda não marcou nenhum ponto, tem oficialmente o nome no campeonato mundial de 1Malaysian Racing Team (1MRT).

A decisão de sexta foi precedida por uma batalha entre os dirigentes da 1MRT e o criador da equipe Tony Fernandes, que também é responsável pelo time em dificuldades no Campeonato Inglês Queens Park Rangers e da companhia aérea que cresce rapidamente AirAsia, sobre a transferência de propriedade.

Fernandes anunciou a venda da equipe em julho, mas os dois lados reconheceram que a transferência formal das ações não foi concluída.

"Representantes da equipe de F1 1MRT/Caterham concordaram, com todos os direitos reservados, em entregar a gestão da equipe Caterham para o administrador Sr Finbarr O'Connell no maior interesse de permitir a equipe a continuar operando e se preparando para os próximos eventos", disse em nota oficial.

(Reportagem de Sam Holden e Alan Baldwin)