Neymar diz que entrosamento não será problema para seleção

segunda-feira, 10 de novembro de 2014 12:19 BRST
 

(Reuters) - As mudanças na equipe titular provocadas pela ausência de jogadores que atuam em clubes do Brasil não serão um problema para o entrosamento da seleção nos amistosos contra Turquia e Áustria, os dois últimos da equipe no ano, afirmou o atacante Neymar nesta segunda-feira.

O técnico Dunga convocou apenas jogadores que atuam no exterior para não atrapalhar os clubes brasileiros que estão na reta final da temporada.

O goleiro Jefferson, do Botafogo, o volante Elias, do Corinthians, e o atacante Diego Tardelli, do Atlético Mineiro, vinham jogando como titulares da seleção, e o treinador vai ter que buscar alternativas para os próximo jogos.

Apesar disso, Neymar confia que a seleção manterá o bom ritmo das últimas vitórias nas próximas partidas. Desde a volta de Dunga, após a frustração na Copa do Mundo, o Brasil venceu os quatro jogos disputados.

"Não acho que teremos problema ou falta de entrosamento por conta disso”, disse o jogador do Barcelona a repórteres em Istambul, onde a seleção se reuniu nesta segunda para o jogo de quarta-feira contra a seleção turca. “Agora é fechar o ano com chave de ouro", acrescentou.

Depois do jogo com os turcos, o Brasil vai enfrentar a Áustria no dia 18, em Viena.

Sem poder contar com o grupo completo, Dunga abriu chance para novatos que vinha se destacando na Europa, como o meia Fred e o atacante Luiz Adriano, ambos do Shakhtar Donetsk, da Ucrânia.

“Estou muito feliz e espero provar porque estou aqui. Amadureci na Europa e acho que isso foi o que mudou em relação ao Internacional (seu ultimo time no Brasil)”, afirmou o jovem meia Fred, que foi chamado para o lugar de Rômulo, cortado por lesão.

(Por Rodrigo Viga Gaier, no Rio de Janeiro)

 
Atacante Neymar, do Barcelona, em entrevista coletiva no Camp Nou, em foto de arquivo. 20/10/2014 REUTERS/Albert Gea