Violinista Vanessa Mae é banida do esqui por manipular provas

terça-feira, 11 de novembro de 2014 12:18 BRST
 

BERNA Suíça (Reuters) - A famosa violinista Vanessa Mae foi banida pela Federação Internacional de Esqui (FIE) por quatro anos por causa da manipulação de provas de esqui que lhe permitiram se classificar para a Olimpíada de Inverno de Sochi, na Rússia.

Um painel da FIE também baniu cinco membros por períodos entre um e dois anos por causa de quatro provas de slalom gigante disputadas em Krvavec, na Eslovênia, em janeiro, que foram organizadas a pedido do empresário de Mae.

O painel chegou à conclusão de que "os resultados de quatro provas femininas de slalom gigante realizadas em 18 e 19 de janeiro em Kravavec foram manipuladas", disse a FIE em comunicado.

A manipulação resultou no "cálculo de pontos da FIE que não refletiam a verdadeira performance dos competidores que participaram nesses eventos e, em particular, nos pontos dados a Vanessa Vanakorn (Mae)."

Mae, que é cidadã britânica, competiu pela Tailândia nos Jogos realizados na Rússia em fevereiro usando o sobrenome Vanakorn. Ela ficou em último ligar entre as 67 finalistas no slalom gigante.

(Texto de Brian Homewood)

 
Vanessa Mae, competindo pela Tailândia, durante prova nos Jogos de Sochi 2014. 18/2/2014 REUTERS/Kai Pfaffenbach