Firmino busca chance na seleção e visa impulsionar carreira

terça-feira, 11 de novembro de 2014 18:18 BRST
 

(Reuters) - Desconhecido de grande parte dos torcedores brasileiros, o meia-atacante Roberto Firmino espera que sua primeira chance na seleção abra portas para seu futuro profissional na Europa e dê mais visibilidade a ele em seu país.

No Hoffeinhein, da Alemanha, há quatro anos, o jogador de 23 anos tem despertado o interesse de grandes clubes da Europa depois de gols e boas atuações, e foi convocado pelo técnico Dunga para os próximos amistosos do Brasil.

“Claro que estar na seleção vai abrir mais portas... vamos esperar a temporada acabar e ver no que dá”, disse ele a jornalistas nesta terça-feira, na Turquia.

O jogador, que tem contrato com seu time da Alemanha até 2017, começou sua carreira no CRB, de Alagoas, e se destacou no Figueirense, sendo negociado no fim de 2010.

“Sou brigador; corredor, tenho qualidade técnica e gosto de fazer gols e concluir”, disse ele, revelando suas características ao torcedor brasileiro.

O meia-atacante vai começar no banco contra a Turquia no amistoso de quarta-feira em Istambul, mas deve ter uma chance até o jogo com a Áustria, na semana que vem.

"É um sonho meu estar aqui na seleção, uma honra e estou defendo meu país e minha família”, declarou. “As pessoas pedem para eu dar meu melhor e fazer o que eu sei, que é gols e jogar futebol.”

Apesar do bom momento, o meia-atacante revelou dificuldades fora de campo.

“Sou tímido mesmo, dei no máximo dez entrevistas na carreira. Lembro até hoje da primeira vez; a mão suava, fiquei suando frio, foi difícil”, disse ele ao lembrar os tempos de Figueirense.

(Por Rodrigo Viga Gaier, no Rio de Janeiro)

 
Firmino (D) disputa lance em jogo do Hoffenheim contra o Schalke 04 em 8 de março de 2014. REUTERS/Ina Fassbender