Guiné Equatorial substitui Marrocos como sede da Copa Africana de Nações

sexta-feira, 14 de novembro de 2014 10:27 BRST
 

CAIRO (Reuters) - Guiné Equatorial, um dos menores países da África, vai substituir Marrocos como sede da Copa Africana de Nações de 2015, anunciou a Confederação Africana de Futebol (CAF) nesta sexta-feira.

Marrocos queria adiar o torneio devido a temores de disseminação do vírus Ebola, mas a CAF rejeitou o pedido e retirou a competição do país do norte da África, na terça-feira.

Guiné Equatorial, país produtor de petróleo e que tem o espanhol como idioma, cosediou a Copa Africana de Nações de 2012 com o vizinho Gabão, mas agora vai realizar sozinho o torneio de 16 times entre 17 de janeiro e 8 de fevereiro.

O país, no entanto, possui apenas dois estádios grandes, na capital Malabo e em Bata.

Ainda não está claro se o novo país-sede vai disputar a competição. A seleção de Guiné Equatorial foi desclassificada das eliminatórias por irregularidades.

(Reportagem de Mark Gleeson)