Após derrota para a Dinamarca, Advocaat deixa o comando da seleção da Sérvia

sábado, 15 de novembro de 2014 17:11 BRST
 

BELGRADO (Reuters) - O holandês Dick Advocaat decidiu abandonar o cargo de treinador da seleção da Sérvia depois da derrota em casa para a Dinamarca por 3 x 1 em partida válida pelas Eliminatórias da Euro 2016, informou a associação de futebol do país dos Balcãs neste sábado. 

"A FSS (federação sérvia) quer agradecer Advocaat por ter mostrado máximo profissionalismo no comando da seleção e dizer que estamos decepcionados com o fato de que nossa parceria terminou de forma tão abrupta", disse em comunicado o órgão máximo do futebol sérvio. 

Advocaat também se pronunciou: "A pressão, que estava aos olhos de todos, era grande demais para suportar com este time. Eu nunca me vi diante de situação tão difícil em toda a minha carreira."

A derrota para os dinamarqueses em um estádio vazio estremeceu as esperanças da Sérvia de se classificar para a Euro. 

A seleção dos Balcãs tem um ponto em dois jogos, faltando ainda o veredicto da Uefa a respeito do resultado da partida entre Sérvia e Albânia no mês passado, que foi interrompida devido a uma briga generalizada envolvendo o público. 

A Sérvia inicialmente "ganhou" o resultado de 3 x 0 mas depois teve os três pontos impugnados, com a FSS em seguida tentando recorrer da decisão. A confusão começou quando um drone que sobrevoou o gramado desencadeou uma briga entre os atletas e depois a invasão da torcida sérvia que atacou os jogadores albaneses. 

Os albaneses correram para o túnel para se proteger e a partida foi interrompida no primeiro tempo com o placar ainda zerado, depois que os visitantes disseram não ser mais possível continuar a partida. 

Os incidentes também levaram a uma punição de dois jogos sem torcida para a Sérvia. A seleção não conseguiu mostrar poder de ataque sob comando de Advocaat, não saindo de um empate em 1 x 1 com a Armênia no primeiro jogo das Eliminatórias.

(Por Zoran Milosavljevic)