Djokovic conquista título do ATP de Londres por desistência de Federer

domingo, 16 de novembro de 2014 17:04 BRST
 

Por Martyn Herman

LONDRES (Reuters) - Uma final de temporada de dar água na boca terminou antes de começar neste domingo, quando Roger Federer foi obrigado a desistir de disputar a final do ATP World Tour Final de Londres contra Novak Djokovic.

O suíço de 33 anos, que passou quase três horas em quadra no final do sábado para derrotar o compatriota Stanislas Wawrinka em uma semi-final extenuante, anunciou sua decisão na Arena O2 lotada para o tão esperado confronto.

Federer, que buscava um sétimo título no torneio que encerra o ano, pediu desculpas, mas disse não ter "condições de jogo" depois de sofrer um problema nas costas.

"Espero que entendam que quis vir aqui pessoalmente e me desculpar por não jogar... Não consigo competir com as costas machucadas a este ponto", declarou ele à plateia, que aplaudiu calorosamente, apesar da decepção evidente.

Ao lado de Federer, o presidente da Associação de Tenistas Profissionais (ATP, na sigla em inglês), Chris Kermode, anunciou que Andy Murray, que foi massacrado pelo suíço na quinta-feira e não se classificou para as semi-finais, irá jogar uma partida de exibição de um set com Djokovic.

Federer espera poder ajudar a equipe de seu país na final da Copa Davis, que começa na próxima sexta-feira, contra a França.