19 de Novembro de 2014 / às 13:02 / 3 anos atrás

ENTREVISTA-Nadal se diz pronto para voltar a ser competitivo em 2015

Tenista espanhol Rafael Nadal deixa hospital após passar por cirurgia de apêndice em Barcelona. 05/11/2014Gustau Nacarino

LONDRES (Reuters) - O ano de 2014 não foi nada bom para Rafael Nadal, mas agora que as lesões parecem superadas, o espanhol está confiante que vai recuperar sua melhor forma na próxima temporada.

Assolado por contusões nas costas e no pulso este ano, Nadal também passou por uma cirurgia para retirada do apêndice no dia 3 de novembro, uma operação que o impediu de disputar o ATP World Tour Finals de Londres na semana passada.

Já em recuperação, o tenista de 28 anos torce para que seus problemas de saúde não sejam mais que uma lembrança quando voltar a treinar, em dezembro, em preparação para a defesa de seu título no Aberto do Catar, em janeiro.

"Não foi um ano fácil, especialmente no segundo semestre foi duro, mas é parte da minha vida, é parte da minha carreira, e eu aceito isso”, disse Nadal em entrevista à Reuters.

“O que aconteceu com meu pulso, e depois o apêndice – foram problemas e mais problemas. Ainda não estou treinando, mas estou feliz com o resultado da operação e não estou com nenhum problema”, acrescentou.

A temporada frustrante de Nadal começou em janeiro, quando uma lesão nas costas o levou à derrota na final do Aberto da Austrália diante do suíço Stanislas Wawrinka.

Ele conseguiu se recuperar a ponto de conquistar seu nono troféu em Roland Garros, derrotando Novak Djokovic, em junho.

Mas este acabou se mostrando o único consolo de uma temporada sofrida para o número três do mundo – ele foi derrotado na quarta rodada de Wimbledon pelo adolescente australiano Nick Kyrgios, e mais adiante uma lesão no pulso o tirou do Aberto dos Estados Unidos.

“Este ano foi infeliz porque foram acidentes, não foram contusões que eu realmente tinha sentido antes”, afirmou o vencedor de 14 Grand Slams em um evento do Poker Stars, em Londres.

“Estou fazendo tudo certo, mas exigi muito de meu corpo durante muitos anos, então este tipo de coisa pode acontecer”, disse.

“Mas estou confiante de que terei a chance de voltar e ser competitivo em tudo que quero disputar”.

Quanto a Djokovic, que venceu o último torneio do ano na capital inglesa quando Roger Federer desistiu de jogar a final por conta de um problema nas costas, Nadal só tem elogios por sua constância no último ano.

"Ele é um jogador fantástico”, afirmou o espanhol sobre o líder do ranking mundial. “Merece estar onde está, porque não se contunde há muito tempo, e isso é muito importante para um tenista”.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below