Piloto de F1 Jules Bianchi sai do coma induzido, diz família

quarta-feira, 19 de novembro de 2014 15:12 BRST
 

(Reuters) - O piloto francês de Fórmula 1 Jules Bianchi, que ficou em estado grave após um acidente, saiu do coma induzido mas permanece inconsciente, disse a família dele em comunicado nesta quarta-feira.

Bianchi, que sofreu o acidente mais grave em uma corrida de Fórmula 1 desde a morte de Ayrton Senna em 1994 ao bater em um trator durante o GP do Japão em 5 de outubro, foi transferido de Yokkaichi para um hospital em Nice.

"Quase sete semanas após o acidente de Jules no Circuito de Suzuka, e após um período desafiador de tratamento neurológico intensivo, podemos anunciar que Jules deu um passo importante", disse a família no comunicado.

"Jules não está mais em coma induzido, no qual ele foi colocado pouco após o acidente, mas ele ainda está inconsciente. Ele está respirando sem auxílio e seus sinais vitais estão estáveis, mas seu estado ainda é classificado como 'grave'", acrescentou.

A família disse que a recuperação do piloto entrou em uma nova fase voltada para "a melhora de sua função cerebral", e seu estado melhorou o suficiente para ele ser transferido de volta para a França, onde Bianchi chegou nesta quarta-feira.

"Estamos gratos que a próxima fase do tratamento de Jules possa continuar perto de casa, onde ele pode ser cercado e apoiado por sua família e amigos", disse a família.

"Não temos nada além de elogios para o tratamento fantástico fornecido pelo Centro Médico Geral de Mie desde o acidente. Temos uma enorme dívida de gratidão com a equipe médica deles por tudo que fizeram por Jules, e também por nossa família, durante um período de tempo muito difícil para nós."

(Reportagem de Toby Davis, em Londres)

 
Piloto da Marussia Jules Bianchi concede entrevista em Suzuka no dia 2 de outubro, três dias antes de sofrer acidente grave.  REUTERS/Yuya Shino