Pelé mantém boa evolução e faz hemodiálise até domingo, diz hospital

sábado, 29 de novembro de 2014 15:55 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O ex-jogador de futebol Pelé continua sob cuidados em uma unidade de terapia intensiva, mas apresenta "boa evolução" e deve suspender o tratamento de suporte renal na manhã de domingo, afirmou o hospital Albert Einstein, em São Paulo, na tarde deste sábado.

"(O paciente) mantém-se lúcido e estável do ponto de vista hemodinâmico e respiratório... O tratamento de suporte renal (hemodiafiltração veno-venosa contínua) continuará sendo administrado até amanhã cedo (domingo), sendo então pausado", de acordo com o boletim médico.

Mais cedo, o hospital já havia informado que não houve alteração da antibioticoterapia e que todas as culturas colhidas (sangue e urina) estavam negativas.

O tricampeão mundial com a seleção brasileira, de 74 anos, foi internado na segunda-feira e exames detectaram uma infecção urinária. Ele já havia sido internado no mesmo hospital em 12 de novembro com dores abdominais e passou por uma cirurgia para a retirada de cálculos no rim, uretra e vesícula, que dificultavam seu fluxo urinário.

Na quinta-feira, o ex-jogador foi transferido para a UTI, onde é submetido a tratamento de suporte renal desde então. Pelé tem apenas um rim, após retirar um dos órgãos há "muitos anos", segundo seu assessor pessoal, José Fornos Rodrigues, conhecido como Pepito.

Naquele mesmo dia, o ex-jogador publicou uma mensagem em inglês no Twitter dizendo que estava bem.

"Sou abençoado por receber amor e apoio, e graças a Deus não é nada sério. Estou ansioso em passar os próximos feriados com minha família e vou iniciar o próximo ano com saúde renovada", escreveu.

Há dois anos, o campeão mundial com o Brasil em 1958, 1962 e 1970 passou por uma cirurgia no quadril.

(Por Bruno Marfinati)