Dortmund não deu opção de compra de Reus ao Real Madrid, diz CEO

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014 10:36 BRST
 

BERLIM (Reuters) - O Borussia Dortmund não fechou um acordo com o Real Madrid que daria ao clube espanhol a primeira opção para comprar o lateral Marco Reus, afirmou o diretor-executivo do time alemão, Hans-Joachim Watzke, nesta quarta-feira.

A mídia espanhola vem dizendo que o Real tinha um acordo com o Dortmund para fazer a primeira oferta para o reputado jogador alemão, que está fora de ação pelo resto do ano em função de uma lesão em um ligamento do tornozelo.

O contrato do meia-atacante com o Dortmund vai até 2017, mas possui uma cláusula de compra de 25 milhões de euros, fato que foi revelado por seus admiradores de longa data do Bayern de Munique.

“Isso não faz o menor sentido, haver um acordo de direito de opção”, disse Watzke. “Só Marco irá decidir para onde vai. Se decidir acionar a cláusula não há nada que possamos fazer”, declarou ele aos repórteres.

Na terça-feira, o técnico do Real, Carlo Ancelotti, teria dito que Reus é “o melhor jogador alemão”, sem contar Sami Khedira e Toni Kroos, que já atuam em seu time.

Reus, de 25 anos, passou o ano assolado por contusões, perdendo a chance de disputar a Copa do Mundo no Brasil por causa de outra lesão em um ligamento do tornozelo no último jogo preparatório da seleção alemã.

Ele sofreu uma sucessão de problemas no tornozelo nesta temporada.

(Por Karolos Grohmann)

 
Jogador do Borussia Dortmund Marco Reus comemora gol marcado contra o Bayern de Munique durante partida pelo Campeonato Alemão, em Munique. 1/11/2014.  REUTERS/Michaela Rehle