Pelé divulga vídeo para agradecer apoio e diz estar "recuperado"

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014 16:28 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O ex-jogador Pelé divulgou nesta sexta-feira um vídeo no qual aparece tocando violão no hospital para agradecer o apoio de "todo o mundo" que se preocupou com sua saúde e garantiu que está "recuperado".

"Eu aproveitei essa oportunidade para agradecer a todos vocês, de todo o mundo, que se preocuparam com a minha saúde. Graças a Deus eu estou bem, estou recuperado, estou aqui com a minha família", disse ele no vídeo, pouco depois de tocar violão.

Pelé em seguida falou em inglês para agradecer o apoio de todos e dizer que está bem. O tricampeão mundial com a seleção brasileira ainda convidou as pessoas a virem ao Brasil para participar dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016.

"Vamos participar dos Jogos juntos", afirmou, em inglês, para depois completar em português: "Agradeço a todos que estiveram rezando por mim e pela minha família."

Pelé, de 74 anos, foi internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, no dia 24 de novembro, para tratar uma infecção urinária. No final da semana passada, ele foi transferido para uma unidade de terapia intensiva para receber tratamento de suporte renal, que foi interrompido no domingo.

O ex-jogador, que nesta semana passou para uma unidade semi-intensiva, vem tendo uma boa evolução nos últimos dias, de acordo com os boletins médicos.

"A função renal continua melhorando e apresenta estabilidade hemodinâmica e respiratória", disseram os médicos responsáveis em comunicado na manhã desta sexta.

Segundo o hospital, Pelé continua recebendo tratamento com antibióticos e não apresenta sinais de infecção.

O tricampeão mundial já havia sido internado no Hospital Albert Einstein em 12 de novembro, com dores abdominais e passou por uma cirurgia para a retirada de cálculos no rim, uretra e vesícula, que dificultavam seu fluxo urinário.

Há dois anos, o campeão mundial com o Brasil em 1958, 1962 e 1970 passou por uma cirurgia no quadril.

(Reportagem de Tatiana Ramil)

 
Pelé acena durante amistoso entre Argélia e Eslovênia em Argel. 05/03/2014 REUTERS/Louafi Larbi