Hiddink deixa seleção da Holanda após menos de 1 ano

segunda-feira, 29 de junho de 2015 18:32 BRT
 

AMSTERDÃ (Reuters) - Guus Hiddink pediu demissão do cargo de técnico da Holanda, após menos de um ano no posto, anunciou a Associação de Futebol do país (KNVB) nesta segunda-feira.

O treinador de 68 anos entregou o cargo para o assistente Danny Blind com os holandeses em terceiro lugar no seu grupo nas eliminatórias para a Euro 2016, e com possibilidade de disputar uma repescagem para tentar ganhar um lugar no torneio do próximo ano na França.

Hiddink, em sua segunda passagem como treinador da equipe holandesa, teve resultados medíocres e era fortemente criticado desde que substituiu Louis van Gaal, em agosto.

Estava planejado anteriormente que Blind assumiria como número um após a Euro 2016.

Os holandeses terminaram em terceiro lugar na Copa do Mundo de 2014 no Brasil e desde então ganharam quatro jogos em 10 partidas, empatando uma e perdendo cinco vezes.

A Holanda está cinco pontos atrás da líder Islândia e três atrás da República Tcheca no Grupo A, mas ainda recebe os dois times em busca de uma vaga na Euro 2016.

 
Guus Hiddink, então técnico da seleção holandesa, durante entrevista coletiva em Riga, na Letônia. 11/06/2015 REUTERS/Ints Kalnins