Gareca: Peru fez grande Copa América, mas agora vem o mais difícil

sábado, 4 de julho de 2015 14:23 BRT
 

CONCEPCIÓN, Chile (Reuters) - A seleção peruana de futebol teve uma grande participação na Copa América, disse o treinador Ricardo Gareca, que, no entanto, colocou os pés do elenco no chão porque sabe que o maior desafio começa no segundo semestre deste ano, na tentativa de se classificar para Copa do Mundo da Rússia, em 2018.

O Peru ganhou, na noite de sexta-feira, do Paraguai por 2 x 0 e ficou em terceiro lugar na Copa América pela segunda vez consecutiva, graças ao seu atacante Paolo Guerrero, que marcou quatro vezes no torneio.

"Esse Peru tem muito mais a dar... Este é o começo de um caminho muito duro, no qual temos que superar cada vez mais obstáculos", disse Gareca.

"Ganhamos de um rival duríssimo como o Paraguai... Demoramos para nos sentirmos à vontade na partida, eram duas seleções frustradas, porque tinham grandes aspirações. O Paraguai não nos deixou crescer no jogo, mas terminamos o segundo tempo em um bom nível e justificamos o resultado", acrescentou.

Gareca mostrou confiança de que sua equipe pode melhorar o que mostrou na Copa América e conseguir o que todos os torcedores anseiam: jogar um Mundial pela primeira vez desde 1982.

"Isso é importante nessa etapa de conhecimento... temos que ir consolidando essas características", explicou. "Claro que dou toda importância para a Copa América. Fizemos partidas interessantes e a ideia é que possamos jogar com toda a seriedade e construir algo firme", acrescentou.