Fifa bane ex-membro do comitê executivo Chuck Blazer por corrupção

quinta-feira, 9 de julho de 2015 12:12 BRT
 

ZURIQUE/BERNA (Reuters) - O ex-membro do comitê executivo da Fifa Chuck Blazer, uma figura importante na investigação norte-americana sobre corrupção no futebol, foi banido definitivamente do esporte nesta quinta-feira para exercer qualquer atividade relacionada ao futebol na entidade.

Blazer, que em 2013 foi considerado culpado nos Estados Unidos por pagamento de propina e crimes financeiros, foi condenado pelo comitê de ética da Fifa por infringir regras de lealdade, confidencialidade, dever de transparência, conflito de interesses, ofertar e aceitar presentes, além de propina e corrupção.

"Blazer cometeu muitos e vários atos de má conduta continuamente e de forma repetida durante seu tempo como dirigente em diferentes altas e influentes posições na Fifa e na Concacaf (que governa o esporte na América do Norte, Central e Caribe)", disse o comitê de ética em comunicado.

"Em suas posições como autoridade do futebol, ele foi uma peça-chave nos esquemas envolvendo oferta, aceitação, pagamento e recepção de pagamentos não divulgados e ilegais, propinas e retornos assim como outros esquemas de dinheiro."

Advogados norte-americanos de Blazer não responderam imediatamente a pedidos de comentários.

(Por Joshua Franklin e Brian Homewood)

 
Ex-membro do comitê executivo da Fifa Chuck Blazer. 01/06/2011 REUTERS/Arnd Wiegmann