Pai de Bianchi está "menos otimista" com recuperação de piloto

segunda-feira, 13 de julho de 2015 17:51 BRT
 

(Reuters) - O pai do piloto francês de Fórmula 1 Jules Bianchi afirmou estar "menos otimista" de que seu filho vai se recuperar de graves lesões na cabeça sofridas em um acidente no Grande Prêmio do Japão em outubro do ano passado.

Bianchi, de 25 anos, está em coma desde o acidente em Suzuka e agora se encontra no hospital em Nice, perto da casa de seus pais, no sul da França.

"Em geral, o progresso precisa ser feito nos primeiros seis meses", disse Philippe Bianchi à rádio France Info nesta segunda-feira. "E agora já faz nove meses e Jules ainda não acordou e não há progresso significativo."

"À medida que o tempo passa, fico menos otimista do que eu poderia estar dois ou três meses após o acidente, quando se poderia esperar um resultado melhor", acrescentou.

Bianchi, que bateu seu carro Marussia em um trator de recuperação sob chuva e luz fraca, sofreu a mais grave lesão em uma corrida de F1 desde a morte do tricampeão Ayrton Senna em Ímola, em 1994.

Um relatório da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) informou em dezembro que o francês, que havia marcado os primeiros pontos da equipe em Mônaco no início do ano, não havia diminuído a velocidade de maneira suficiente sob bandeiras de alerta antes de bater.

(Reportagem de Alan Baldwin, em Londres)

 
O piloto de Fórmula 1 da Marussia, Jules Bianchi, fala à imprensa no circuito de Suzuka, em outubro do ano passado. 02/10/2014  REUTERS/Yuya Shino