Xavi critica Real Madrid por saída de Casillas

terça-feira, 14 de julho de 2015 11:21 BRT
 

MADRI (Reuters) - O ex-meia do Barcelona Xavi criticou o Real Madrid por não fazer a despedida que o ex-capitão e goleiro Iker Casillas merecia antes de sua saída para o Porto.

Casillas, de 34 anos, apareceu sozinho na sala de imprensa do estádio Santiago Bernabéu no domingo, e, com lágrimas nos olhos, leu uma nota de saída que levou ao fim 16 temporadas no time titular do Real Madrid.

Houve uma onda de críticas ao clube depois que os pais de Casillas disseram em entrevista a um jornal que o filho foi forçado a sair do clube pelo presidente Florentino Pérez. O Real Madrid respondeu organizando uma despedida oficial com Pérez e Casillas no Bernabéu na segunda-feira, quando centenas de fãs pediram a demissão do presidente e gritaram o nome de Casillas.

O contraste entre a despedida de domingo e a despedida que o Barcelona deu a Xavi era evidente. Produto da academia do Barcelona, Xavi, de 35 anos, se juntou ao Al Saad no final da temporada passada e fãs, dirigentes e colegas de equipe se juntaram para homenagea-lo no Camp Nou, onde o meia estava junto da família e amigos.

Xavi escreveu no jornal espanhol La Vanguardia nesta terça-feira que Casillas não mudou desde que se encontraram pela primeira vez na Copa do Mundo sub-17 no Egito, em 1997, e ele continuava "uma boa pessoa".

"Olho para Iker e tenho a sensação de que ultimamente ele está jogando sob pressão, como se tivesse que provar o bom goleiro que é em todas as partidas, sem a alegria que tinha. (...) Agora ele vai para o Porto e tenho certeza que será recebido como herói. Longe daqui, irão apreciá-lo mais", disse.

(Reportagem de Iain Rogers)

 
Casillas se despede do Real Madrid. 13/07/2015  REUTERS/Andrea Comas