Ídolo do futebol, Guardiola participa de campanha para independência da Catalunha

segunda-feira, 20 de julho de 2015 11:45 BRT
 

MADRI (Reuters) - A campanha pela independência da Catalunha ganhou seu defensor mais famoso nesta segunda-feira, quando o ícone do Barcelona Pep Guardiola se tornou candidato pelos dois principais partidos que apoiam a divisão da Espanha, disse um parlamentar europeu.

Guardiola, ex-capitão da equipe catalã e vencedor de diversos troféus como técnico do Barcelona, será o último nome na lista conjunta de candidatos dos partidos catalães para as eleições regionais em setembro, disse Ramon Tremosa.

"Josep Guardiola fechará a lista unificada", disse Tremosa, parlamentar catalão em Bruxelas, em uma publicação no Twitter.

Colocar Guardiola, que atualmente é técnico do Bayern de Munique, em último na lista significa que, exceto no caso de uma vitória esmagadora dos separatistas, ele não tem chance de ser eleito.

Ele não tem intenções de entrar na política, mas quis tornar claro seu apoio à campanha de independência, disse o jornal El País, sem citar fontes.

A campanha perdeu força nos últimos meses em meio a conflitos políticos na região e a partidos de esquerda emergentes, mais interessados em problemas sociais do que em separatismo. Mas voltou a ganhar fôlego com a decisão dos dois partidos --Convergencia Democratica de Catalunya e Esquerra Republicana de Catalunya-- de lançarem uma lista conjunta.

(Reportagem de Inmaculada Sanz)

 
Técnico do Bayern de Munique, Pep Guardiola, participa de entrevista coletiva antes de amistoso contra o Milan, em Xangai. 19/07/2015 REUTERS/Aly Song