Mesmo abalado, Mick Fanning diz que vai continuar a surfar apesar do ataque de tubarão

terça-feira, 21 de julho de 2015 08:29 BRT
 

Por Nick Mulvenney

SYDNEY (Reuters) - Visivelmente abalado, Mick Fanning chegou em casa na Austrália nesta terça-feira dizendo que não vai desistir de surfar apesar de ter precisado de um "milagre" para sobreviver a um ataque de tubarão na costa da África do Sul no fim de semana.

O tricampeão mundial estava remando para sua primeira onda na final de domingo do J-Bay Open, etapa da Liga Mundial de Surfe, quando uma espécie não identificada de tubarão o derrubou da prancha.

Fanning, de 34 anos, conseguiu lutar contra o predador antes de ser resgatado por uma lancha e voltar para a areia, se tornando manchete no mundo inteiro após um vídeo do incidente se tornar viral pelo mundo.

Embora tenha admitido que vai demorar um pouco para absorver o incidente -"talvez uma semana, talvez um mês", disse- Fanning está determinado a voltar a surfar.

"Surfar me ajudou a passar pelos momentos mais difíceis da minha vida, então desistir do surfe não seria certo", disse o australiano em entrevista coletiva lotada próxima ao aeroporto de Sydney.

"Sair de um ataque de tubarão sem um arranhão em você é realmente um milagre. Você precisa contar suas estrelas da sorte e caso existe alguém lá em cima olhando por mim, obrigado", acrescentou.

 
Mick Fanning, da Austrália, em entrevista coletiva em Sydney. 21/07/2015 REUTERS/David Gray