Comitê Olímpico dos EUA descarta Boston de concorrência para sediar Jogos de 2024

segunda-feira, 27 de julho de 2015 18:50 BRT
 

BOSTON (Reuters) - O Comitê Olímpico dos Estados Unidos (Usoc, na sigla em inglês) descartou nesta segunda-feira a tentativa de Boston de sediar os Jogos Olímpicos de 2024, poucas horas após o prefeito Martin Walsh ter dito que não se “comprometeria” com um acordo se ele deixasse os contribuintes da cidade vulneráveis aos custos de abrigar evento de tamanha escala. 

“Não fomos capazes de conseguir que a maioria dos cidadãos de Boston apoiasse sediar os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2024”, disse o presidente-executivo do Usoc, Scott Blackmun, em comunicado. 

“Portanto, o Usoc não acredita que o nível de apoio gozado pela tentativa de Boston permitiria que a cidade prevalecesse frente a grandes concorrentes como Paris, Roma, Hamburgo, Budapeste ou Toronto”, acrescentou. 

A proposta, feita em janeiro, para colocar Boston à frente como candidata dos EUA para os Jogos foi imediatamente encarada com ceticismo, e pesquisas mostraram que eleitores estavam intensamente preocupados de que os contribuintes seriam deixados para pagar a conta do evento global.

Apoiadores da proposta tentaram tratar das preocupações sobre o custo, e na semana passada revelaram um plano para realizar cerca de 2 bilhões de dólares em um plano de seguro o qual, segundo eles, cobriria quaisquer custos não antecipados. No total, os custos do evento foram estimados em mais de 8,6 bilhões de dólares, incluindo custos de construção e operação.

(Por Scott Malone e Jacqueline Tempera)