CBF confirma doping de Fred na Copa América; jogador nega uso de substância proibida

sexta-feira, 31 de julho de 2015 14:31 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) confirmou nesta quinta-feira que o meia Fred, do Shakhtar Donetsk, apresentou teste antidoping positivo para a hidroclorotiazida durante a disputa da Copa América, mas tanto o jogador como a entidade garantiram que não houve uso intencional da substância.

Em comunicado em seu site, a CBF explicou que antes da competição no Chile, realizada em julho, enviou à organização do evento uma lista com todos os medicamentos que seriam levados pela delegação brasileira.

"Segundo informe da Conmebol, o exame para controle de doping realizado no atleta em questão identificou a presença da substância hidroclorotiazida, que não faz parte da lista enviada, tampouco da relação de medicamentos padronizados pela CBF", informou a entidade em nota assinada pelos médicos da seleção.

O departamento médico disse ainda que "coloca à disposição dos órgãos competentes o prontuário do atleta e todos os demais documentos, caso necessário".

A hidroclorotiazida é um diurético usado principalmente na hipertensão arterial. O meia Fred, que começou a Copa América como titular, nega ter usado a substância.

"Nunca fiz uso de qualquer substância ilícita. Confio na minha inocência e vou provar isso perante os órgãos competentes. Tenho uma trajetória limpa no futebol e conto com o apoio de todos", afirmou Fred em comunicado.

A seleção brasileira foi eliminada da Copa América nas quartas de final, pelo Paraguai, nos pênaltis.

(Reportagem de Tatiana Ramil)

 
Fred durante treino da seleção brasileira em Teresópolis  antes da Copa América. 03/06/2015 REUTERS/Sergio Moraes