Chuva e alto-falante quebrado marcam nado sincronizado em Mundial

sábado, 1 de agosto de 2015 16:02 BRT
 

KAZAN, Rússia (Reuters) - Jurados foram obrigados a usar capas de chuva e guardas-chuvas e um alto-falante subaquático chegou a quebrar durante a apresentação da Rússia, medalha de ouro, no dia de nado sincronizado pelo Mundial de esportes aquáticos marcado pelo mau tempo e problemas técnicos neste sábado, em Kazan.

Arquibancadas temporárias com capacidade para 12 mil pessoas e duas piscinas foram construídas dentro do impressionante estádio de futebol da cidade, a Kazan Arena.

No entanto, a chuva forte vazou pelo teto provisório e encharcou a arena durante a final da apresentação livre feminina, e apenas metade dos 14 jurados suportou o mau tempo.

Com a final em andamento a todo fôlego, sete juízes que avaliavam os finalistas em um dos lados da piscina receberam capas de chuva e guardas-chuvas pretos para poderem continuar trabalhando.

"Você pode dizer que isso foi um pouco cômico", disse Claudia Holzner, da equipe do Canadá, à Reuters. "Foi um pouco diferente estar com esse teto improvisado e também um pouco mais frio do que o normal."

Enquanto isso, a russa Aleksandra Patskevich disse ter "ficado em choque" depois que um alto-falante subaquático quebrou durante a apresentação mista do nado sincronizado.