Lesionado, Cesar Cielo deixa Mundial da Rússia sem disputar os 50m livre

quarta-feira, 5 de agosto de 2015 15:04 BRT
 

(Reuters) - O nadador campeão olímpico e mundial Cesar Cielo foi cortado do Mundial de Esportes Aquáticos de Kazan, na Rússia, nesta quarta-feira, por causa de uma contusão no ombro e não disputará sua prova favorita, os 50 metros estilo livre.

A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) informou em seu site que o corte ocorreu por decisão do médico da equipe, Gustavo Magliocca. Segundo ele, um ultrassom realizado no ombro esquerdo do nadador constatou que "o processo inflamatório era maior e um pouquinho mais avançado do que a gente imaginava".

"Considerando o estado físico dele, o pouco tempo que tínhamos aqui e, principalmente, o foco nos Jogos Olímpicos Rio 2016, optamos pelo corte neste momento para preservá-lo e iniciar o mais rápido possível a reabilitação desse ombro", disse o médico, segundo nota da CBDA.

O nadador já voltou ao Brasil para aprofundar exames de imagem e começar tratamento, acrescentou a entidade.

Em comunicado, o site de Cielo afirmou que ele chegou ao Mundial queixando-se de dores no ombro esquerdo, e que os exames iniciais apontavam para uma lesão no tendão supra espinhoso, bastante utilizado pelos nadadores, especialmente na braçada do estilo crawl.

Cielo, de 28 anos, foi campeão olímpico em Pequim-2008 e medalhista de bronze em Londres-2012 nos 50m livre. O brasileiro é ainda tricampeão mundial da prova mais rápida da natação (Roma/2009, Xangai/2011 e Barcelona/2013).

Em Kazan, Cielo disputou apenas os 50 metros borboleta, em que terminou na sexta colocação. Ele foi o campeão dessa prova nos Mundiais de 2011 e 2013.

(Por Tatiana Ramil, em São Paulo)

 
Cesar Cielo em entrevista coletiva em São Paulo. 07/08/2013 REUTERS/Paulo Whitaker