Famosa mergulhadora russa deve estar morta após desaparecer em ilha na Espanha

quarta-feira, 5 de agosto de 2015 17:53 BRT
 

MADRI (Reuters) - Uma das maiores mergulhadoras do mundo, a russa Natalia Molchanova deve estar morta depois de desaparecer durante um mergulho nas Ilhas Baleares da Espanha, disseram autoridades nesta quarta-feira.

Molchanova, de 53 anos, desapareceu ao largo da ilha de Formentera no domingo, e a polícia e a agência de resgate marítima da Espanha disseram que as buscas por ela foram agora suspensas.

Especialistas em mergulho livre entram na água sem equipamento, às vezes a grandes profundidades, confiando em sua capacidade de prender a respiração.

Uma nota emitida pela família de Molchanova e a federação internacional de mergulho livre, publicada no site Deeper Blue, informou que Molchanova se separou de seus companheiros durante mergulho a cerca de 30 a 40 metros quando ela pode ter sido levada por fortes correntes submarinas.

De acordo com o comunicado, Molchanova é a mergulhadora de competição mais condecorada no mundo, estabelecendo 41 recordes mundiais, e é campeã mundial de mergulho livre por 23 vezes. Ela podia prender a respiração durante nove minutos e mergulhar a uma profundidade de 101 metros utilizando uma nadadeira.

(Reportagem de Adrian Croft)