Phelps inspira Lochte a assumir papel de liderança na natação dos EUA

quinta-feira, 6 de agosto de 2015 21:00 BRT
 

Por Rob Gilmour

KAZAN, Rússia (Reuters) - Ryan Lochte foi estimulado a conquistar o ouro no Mundial de Kazan por uma mensagem de Michael Phelps, que incentivou o compatriota a assumir um papel de liderança na equipe dos Estados Unidos.

Lochte ganhou o título mundial dos 200 metros medley pela quarta vez seguida nesta quinta-feira, superando as três medalhas de ouro conquistadas por Phelps no mesmo evento.

Até quinta-feira, quando o revezamento 4x200m livre feminino também conquistou o ouro, os EUA estavam atrás de Austrália e Grã-Bretanha no quadro de medalhas.

Isso levou Phelps, o atleta olímpico mais condecorado de todos os tempos, a questionar o desempenho da equipe dos EUA em Kazan, que começou mal no domingo, quando o revezamento 4x100m livre masculino não conseguiu chegar à final. No dia seguinte, os EUA não chegaram ao pódio pela primeira vez em um dia de Mundial.

Antes de competir em um campeonato nacional em San Antonio, no Texas, Phelps, que ficou de fora do Mundial devido a uma punição por dirigir embriagado no ano passado, disse a repórteres que tinha enviado mensagens de texto a Lochte. "Você tem que ser um líder", afirmou.

"Sempre que Michael Phelps diz qualquer coisa para qualquer nadador isso leva ao coração, porque ele é o maior nadador da história", declarou Lochte, depois de ganhar seu 16º título mundial.

"Ele disse que você tinha que ser um líder da equipe, colocar a equipe dos EUA nos ombros. Isso definitivamente toca o coração. Eu sou um dos nadadores mais velhos e ele está certo", acrescentou o atleta de 31 anos.

 
Nadador norte-americano Ryan Lochte exibe medalha de ouro conquistada na final da prova individual dos 200 metros medley no mundial de Kazan, na Rússia, nesta quinta-feira. 06/08/2015 REUTERS/Hannibal Hanschke